The Singer - Liza Minnelli

Ao final de 1972, Liza Minnelli estava em um ponto alto da carreira. Naquele ano, ela estrelou a versão cinematográfica de Cabaret, na qual ganharia o Oscar de melhor atriz; No mesmo ano também realizou um especial para televisão , "Liza" com um "Z", qual levaria o Emmy como Programa de Variedades / Música.

"Cabaret" e Liza com um "Z" tornou-se trilha sonora de LPs discos de ouro. Então, quando Minnelli entrou no estúdio de gravação para fazer o primeiro álbum de estúdio pela Columbia Records (após passagens em Capitólio e A & M), ela tinha o potencial para criar "The Singer".

 

Dancing in the Moonlight - Liza Minnelli

A canção-título "The Singer", que soou como um outtake de Cabaret para muitos, mesmo que não tivessem sido escritas pelos compositores da obra, John Kander e Fred Ebb é o carro chefe para as outras dez faixas, que são versões de standards do outono de 1972 e inverno de 1973, músicas de Mac Davis, Simon Carly, James Taylor, Bill Withers, e outros. Incluindo o clássico de Stevie Wonder, "You Are the Sunshine of My Life", ainda apenas a faixa de um LP de Talking Book quando Minnelli gravou.

Parecia que a cantora escolheu o material, ouvindo o rádio no passeio de carro para o estúdio naquele ano inesquecível de 72.

Minnelli fez o seu melhor com as músicas, atraente ao inverter o sexo dos narradores de Lobo "I'd Love You to Want Me” e Taylor ""Don't Let Me Be Lonely Tonight," e sua interpretação de "Dancing in the Moonlight" joga o ouvinte em uma catarse ritual shivaística ligada a natureza.

Liza Minnelli, “The Singer” tornou-se o maior LP de estúdio da carreira de Minnelli, atingindo o Top 40. Como uma continuidade da mensagem de, “All Things Must Pass” de George Harrison, em “Believe in Music” Liza estava a frente do seu tempo que esperava algo diferente dela. Talvez incompreendido e subestimado pela crítica esse álbum seja uma obra prima da consagrada cantora, “The Singer”.

Perfil

Nascida em 12 de março de 1946, em Los Angeles (Califórnia), Liza é filha de Judy Garland e Vicente Minnelli, diretor de vários clássicos do cinema como "Meet me in St. Louis" e "An American in Paris".

Sua carreira começou cedo, em 1949, quando atuou junto com a mãe no filme "In The Good Old Summertime". Aos dez anos apresentou o especial de TV "O Mágico de Oz" e aos 19 ganhou o papel principal em "Flora, The Red Menace", momento em que ganhou seu primeiro prêmio, um Tony como melhor atriz de musical.

Liza Minnelli as Sally Bowles

No ano de 1967, Liza estrelou os filmes "Charlie Bubbles", "The Sterile Cuckoo" e "Tell Me That You Love Me, Junie Moon", mas foi em 72 que sua carreira decolou com a personagem Sally Bowles, em "Cabaret". Filme que ganhou oito Oscars incluindo o de Melhor Atriz para Liza, que nessa ocasião também recebeu o Golden Globe e o British Academy Award. Ainda em 1972 ela estreou seu primeiro show gravado ao vivo para TV, "Liza With a Z", que deu origem a seu primeiro álbum e venceu o prêmio Emmy de Melhor Especial de TV.

 

E sua trajetória de sucesso continuou nos filmes "Nem York, New York" (1977), contracenando com Robert De Niro, e "Arthur" (1981) e "Arthur 2" (1988). Em 1985 foi a vez de ganhar o segundo Golden Globe, agora com o filme "A Time To Live". Já em 1989 o destaque ficou por conta da produção do álbum "Results" com o Pet Shop Boys, um grande hit na Europa.

No ano de 1997 Liza foi convidada a substituir Julie Andrews no musical "Victoria/Victoria" e dois anos depois fez um tributo ao seu pai, num show chamado "Minnelli por Minnelli", no Palace Theater, em Nova Iorque.

 

New York, New York (Theme song, 1977)

 

Money, Liza Minelli and Joel Grey. Cabaret

 

http://www.amazon.ca/Singer-Liza-Minnelli/dp/B00000DRW1;

Fonte http://www.allmusic.com/album/

Fonte http://angelaviegasdance.multiply.com/journal/

item/6/Liza_Minnelli?&show_interstitial=1

&u=%2Fjournal%2Fitem

Home
Links


Matérias: Matérias Antigas | Quando o Jazz é sagrado | Strokes lança primeira música em seis anos | Videos Criativos 2011 | BMW Jazz Festival | Fitas cassete resistem | Lotus - Santana | Virada Cultural 2011 | Gismontipascoal | Tom na Visão de Nelson | Nas Paredes da Pedra Encantada | A Trilogia Sagrada | Reinauguração do Teatro Municipal de São Paulo | Pitchfork Music Festival 2011 | O Adeus à Diva | Philip Glass: uma assinatura própria | Rock in Rio 2011 | SWU | Lista Eldorado 2011 | Kisses on The Bottom | Oscar 2012 | Festival da Cores | Novo Documentário dos Stones | The | The Band: O Ùltimo Concerto de Rock | The Singer - Liza Minnelli | Psicodalia por ordem cronológica

Destaques: A volta do Queen | Babyshambles | Cantoras Brasileiras | Cena Eletronica | Clocks | Corinne Bailey | Dig Out Your Soul | Escola do Pop Rock | Horace Silver | Im Takt der Zeit | Keane | Jamie Cullum | John Legend | Julliete & The Licks | Kantata Takwa | Led Zeppelin | Madeleine Peyroux | Michael Jackson - Thriller 25 | Little Boots | Miriam Makeba | Mostra de Arte / Casais | Musicians and Machines | Nara e Fernanda | Nonsense | Oscar Peterson | Paul McCartney | Piaf - Um hino ao amor | Prokofiev | Regentes | Rotciv | Stay | Studio 54 | Yo-Yo Ma | The Heist Series | The Verve - Forth | Vanessa da Mata | Demis Roussos & Aphrodite's Child | Tommy avec The Who | Villa Lobos, Brisa Vesperal