Pintura Metafísica

Depois da Primeira Guerra Mundial, artistas na Itália mostraram um novo clima de introspecção. Encontraram sua própria maneira de expressar o que viam como mistérios da existência, longe da influência dos outros movimentos dominantes europeus. Pittura Metafisica (Pintura Metafísica) foi um movimento que surgiu na Itália depois que Giorgio de Chririco (1888-1978) e seu colega italiano, Carlo Carrà (1881-1966), se conheceram enquanto se recuperavam em um hospital militar em Ferrara, Itália, em 1915. Carrà havia sido um signatário com Balla no Manifesto Futurista de 1910 e sua obra inicial mostrava a preocupação dos futuristas com o movimento.

 


Giorgio de Chirico, 1888-1978
Clique na imagem para amplia-la

 

Melancolia e Mistério de Uma Rua, 1914. Giorgio de Chirico
Depois de se mudar para Paris, em 1911, De Chirico começou
a trabalhar em uma série de espaços urbanos desertos com conotação agourenta onde o tempo é suspenso. Nesta vizinhança vazia, a arquitetura taciturna e opressiva e sombras sinistras lançadas por objetos invisíveis ameaçam subjugar a ocasional figura ou estátua isolada
Clique na imagem para amplia-la

Natureza Morta, 1950 Giorgio Morandi, Entre 1950 e 1960, Morandi fez várias naturezas mortas contemplativas mostrando objetos cotidianos. Nesses arranjos esparsos, organizados e obsessivos, há uma sensibilidade poética a ser encontrada na distância entre objetos, a luz sutil e a restrição de cores.
Clique na imagem para amplia-la

De Chirico fez pinturas metafísicas que combinavam cenas de ruas comuns desertas com estátuas antigas e relíquias, produzindo a sensação inquietante de um sonho; sua obra teve grande impacto nos surrealistas. Tendo Giotto, Masaccio e Piero della Francesca como influências, os pintores metafísicos reconheceram a importância da luz e do espaço e um desejo de penetrar abaixo da superfície das coisas que percebiam como sua essência.

 


Carlo Carrà - Le figlie di Loth 1919
Clique na imagem para amplia-la

 


The Death of Ananias by Masaccio,
Brancacci Chapel, Santa Maria del Carmine, Florence

Clique na imagem para amplia-la

A partir de 1920, Carrà e de Chirico se moveram em direção a um estilo meditativo muito mais silencioso. Giorgio Morandi (1890-1964) levava uma vida ainda mais insular, nunca realmente deixando a Itália. Nascido na Bolonha, ele flertou rapidamente com o futurismo antes de mostrar a influência surrealista de Chirico na obra que exibiu em 1918. Morandi pintava naturezas mortas quase exclusivamente.


EL’enigma del’oráculo (1910)
Clique na imagem para amplia-la

Sua obra era dedicada à melancolia e contemplação profunda das coisas cotidianas, tais como simples arranjos de tigelas, garrafas e vasos. Morandi usava restrição de cores e as relações formais espaciais entre objetos para descobrir a poesia e a grandiosidade no cotidiano. Sua forma particular de classicismo moderada encontra ecos em Piero della Francesca, Chardin e Cézanne.

 


La Torre Rossa» 1913, ritratto premonitore di Guillaume Apollinaire
Clique na imagem para amplia-la

 


L'énigme d'une journée (II), 1914 Giorgio De Chirico
Clique na imagem para amplia-la

 


La Torre Rossa» 1913, oil on canvas; Giorgio De Chirico
Clique na imagem para amplia-la

Siddharta - Spirit Of Buddha Bar by Ravin - vol.3

Fontes:HODGE, A. N. A História da Arte, Da Pintura de Giotto aos Dias de Hoje. 2007 Editora Edic;http://isola-di-rifiuti.blogspot.com/2010/09/ashberys-eccentric.htm;http://davidderrick.wordpress.com/2007/12/28/marxist-socialism-a-page-torn-from-a-book/

Home
Links

Artes Plásticas: A Arte do Brasil Holândes | A Arte do Egito Antigo | Arte Pré-Colombiana | Arte Tibetana | Beatriz Milhazes | Capela Sistina | Caravaggio, Pintor da luz e das trevas da alma | Damien Hirst | Francisco Goya | Frida: A Dor da Vida, A Dor Da Arte | Henri Rosseau | Impression : Soleit Levant | Kandinsky | La persistencia de la memoria | Las Meninas | Luz e Espaço | Manet | Meus Quadros - Leandro Reis | O quadro mais famoso do mundo | O Retrato do Doutor Gachet | Os pastores de Arcadia | Pablo Picasso | Pintura Barroca | Pintura Metafísica | Pinturas de Estradas | Rembrandt | Vieira da Silva | Virgem dos Rochedos, A | William Blake | Henri de Toulouse-Lautrec

Cinema: 1944, O Ano Noir |  A Falta que Nos Move | A Verdade Interna Revelada? | Alain Resnais | Alice no País das Maravilhas | Antonioni | As maiores canções do cinema - 0s 25 melhores filmes de todos os tempos | Bergman | Billy Wilder | Blow Up | Cahiers du Cinema | Cinzas da Guerra | Chinatown | Coincidências do Amor ( The Switch ) | Conversas com Scorsese | Ed Wood, Gênio? | Fellini | Garbo | Grandes atrizes francesas | Grande Musicais | Hachiko | Kiss Me Kate | Kundun | L’Enfer de Clouzo | Liz Taylor: Mito | Max Ophuls | Munich | Neo-Realismo Italiano | No Direction Home - Bob Dylan | O amor de Leon Cakoff | Os magos | Pier Paolo Pasolini | Rediscovering | Shane | Steven Spielberg | Sunset Boulevard | The Gang's All Here | Um estranho no ninho | Untold history of the United States | Awake .

Literatura: Arthur Clarke | Clássicos da Literatura | Dom Quixote | Jose Saramago | Joseph Conrad | Grande Gatsby, O | Grandes Poetas por Will Durant | Literatura Inglesa | Mario, Íntimo e pessoal | Vermelho e o Negros, O | Viagem do Elefante, A | Yeats e Joyce resgatam a identidade da Irlanda | Sobre preciosidades evolutivas | Carlyle e a Revolução

Outras: A Flauta Mágica | Antunes Filho | A Cabra ou Quem é SylviaAs pecas de Oscar Wilde | Bejart | Catedral de Chartres | Contemporaneidade | Daquele Instante em Diante |  Debussy, Schoenberg e Stravinsky | Grandes Arquitetos |  Hair | I´m Not There | Lacroix na ArteMistérios e paradoxos de Chopin, para Freire |  Niemeyer, construindo identidades | Nona Sinfonia | Queremos Miles |  Teatro | The Doors Are Open | Ray Charles Live in France 1961 (2011) | Sonho de uma Noite de Verão | Living in The Material World: George Harrison | Edgard Scandurra Estraçalhante | H.Hancock, Lenda Viva do Jazz | Kung Fu | Pina: Visceras de amor | Lou Reed | Música Sacra | Baden Powell Quartet | Todo Aquele Jazz | Osama Kitajima | Eric Clapton 70 | Jimmy Burns, ícone do blues de Chicago | O Lago dos Cisnes | Don Giovanni | Songs 50´s | Joe Harriott | Kindred Spirits Live | Top 10 Composers