Marie Jolie - Aphrodite's Child

Demis Roussos e Aphrodite's Child

Influenciado pela música árabe, Artemios Ventouris, depois conhecido como Demis Roussos, nasceu em Alexandria (Egito) em 1946, e aos 10 anos de idade era um garotinho apreciador de jazz. Logo aprendeu a tocar trombeta. Sua carreira musical se inicia na Grécia, país que adotou e tocou em diversas bandas.

A primeira, com 17 anos, The Idols, era a forma de sustentar sua família, pois seus pais perderam tudo após a Crise do Canal de Suez. Demis surgiu no momento no qual foi solicitado para substituir o vocalista para cantar apenas algumas músicas (“The House of the Rising Sun” e “When a Man Loves a Woman”). Em breve estaria cantando nos maiores hotéis de Atenas, como o Hilton.


Atenas - Grécia

Com o compositor Lakis Vlavianos, Roussos deu início à banda We Five, já como vocalista principal. Mas somente estourou em 1968, com a banda de rock progressivo Aphrodite’s Child, formada no Reino Unido, para a qual Demis associou-se a outros dois músicos gregos, respectivamente, Vangelis (ou Vangelis Papatanassiou) e Loukas Sideras, primeiramente como vocalista e depois também como guitarrista e baixista. Vangelis era o compositor principal e tecladista, enquanto Loukas assumia a bateria. O grupo mudou-se para Paris, então atingida pela Revolução de Maio de 1968, e o primeiro álbum "Rain and Tears", produzido por Pierre Sberroa, acabou obtendo estrondoso sucesso, com um milhão de discos vendidos apenas na França. No verão de 1969, a adaptação do grupo para "Plaisir d´amour" , reintitulado "I Want to Live", encabeçou todas as paradas da Europa.


Aphrodite’s Child

Nos dois anos seguintes a trajetória do grupo continuou sendo de sucesso. A banda passou a um grau de estrelato de nível internacional. Logo após o lançamento de "666", por razões diversas, decidiram acabar com o grupo.

Parceria com Vangelis

Com o final do Aphrodite’s Child, Demis continou gravando com Vangelis, seu ex-colega dessa banda. Publicaram os álbus Sex Power (1970), Magic Together (1977). A obra de maior sucesso da dupla foi "Race to the End", trilha sonora do filme Chariots of Fire. Roussos também participou como convidado da trilha sonora do filme O Caçador de Andróides (Blade Runner - 1982), filme cult considerado o melhor da década de 80.


Vangelis

Carreira Solo

Selos disputaram a chance de gravar o seu primeiro compacto solo com a canção “We Shall Dance” (lançado pela Phonogram). Logo a seguir ele gravou o álbum “On the Greek Side of My Mind”, o qual, juntamente com o mencionado compacto, esteve entre os 5 discos mais vendidos em toda a Europa, inclusive a Escandinávia.

Demis Roussos se consagraria como cantor solo em 1973. Seu segundo LP foi gravado e lançado em Abril, precedido pelo single "Forever and Ever", que se tornou um clássico, vendendo mais de 12 milhões de cópias. No LP "Forever and Ever" havia nada menos que 6 hits singles, incluindo "Goodbye my Love, Goodbye", "Velvet Mornings", "Lovely lady of Arcadia", "My friend the wind" e "My Reason". Nesse ano Demis estava "por cima" na Europa, América Latina e Canadá. Suas turnês era mundiais.

Em 1974, durante seu primeiro concerto no Ahoy em Rotterdam, Holanda, lançou em premiere, seu novo single "Someday, Somewhere", que se tornou o precursor de seu terceiro álbum solo, "My Only Fascination". Em 1975, três álbuns, "Forever and Ever", "My Only Fascination" e "Souvenirs", encabeçaram os 10 mais nas paradas de sucesso da Inglaterra. Pela primeira vez na história, um EP comandava os singles das paradas de sucesso, com "The Roussos Phenomenon". Sua enorme popularidade e talento foram mostrados em um documentário da BBC de 50 minutos que, também era intitulado "The Roussos Phenomenon". Nesse meio tempo, Demis havia se tornado um astro na Alemanha, com hits como "Goodbye my love, goodbye", "Schones madchen aus Arcadia" e "Auf Wiedersehn". Essas canções eram escritas na maior parte por Leo Leandros, que também produziu as mesmas. A França sempre foi um segundo lar para Demis, e num sentido artístico, foi seu primeiro lar. Foi com razão então que ele gravou em 1977 seu primeiro álbum em francês. A canção título era "Ainsi Soit-il". Tornou-se mais um grande sucesso.


Demis Roussos

Em 1978, Demis decidiu-se aposentar-se por algum tempo, e mudou-se com a família para um lugar onde não era conhecido, a saber, Malibu Beach, na Califórnia (EUA). Ele emagreceu então 120 libras e partiu para aproveitar a vida viajando pelo mundo. Depois de algum tempo, ainda no estilo de vida pacata, mudou-se dos EUA e, com seu filho Cyril, alternava-se entre a Inglaterra e a Grécia.

Em 14 de junho de 1985 ocorreu um fato que Demis considerou como um divisor de águas em sua vida: juntamente com sua terceira esposa, o avião da TWA no qual viajavam de Atenas a Roma foi seqüestrado. O fato de ver a morte de perto levou o cantor a refletir sobre o valor da vida, com o que decidiu a reassumir sua carreira de cantor, com gravações e shows ao vivo, como forma de contribuir para um futuro melhor para a humanidade. Gravou então mais vinte canções, como também compilou o álbum “The Story of Demis Roussos”. Paralelamente, Roussos participou de eventos voltados para soluções de problemas humanos, como, por exemplo, o fórum pela paz e desarmamento (Kremlin, Moscou, em fevereiro de 1987) . Preocupado com problemas ambientais, participou também da Reunião de Cúpula da Terra, no Rio de Janeiro em 1992.

A partir de 2004, Demis Roussos vive uma vida mais sossegada à beira mar em algum lugar da Grécia, gozando os louros de ser considerado como um dos cantores mais talentosos do século XX.

Fontes: Netlog; DowNLoandO; SABERWEB; http://downloando.maumaupage.com/2008/10/discografia-demis-roussos-sendmerss.html



Links

Agenda

Em cartaz Cinema

Em cartaz Teatro

Matérias: Live Earth | Disco Classics | Earth, Wind & Fire | Os Fofos Encenam | Laços do Olhar | Rock in Rio | Kool ang Gang | Lenda do Jazz no Brasil | Elizabeth Jobim - Endless Lines | Diana Krall no Brasil | Shows Novembro | Chaka Khan e Branford Marsalis | Gagaku, Bugaku e Shomyo | Cantata no Jockey | Shows 2009 | Madonna no Brasil | Maysa | Elton John | Grammy 2009 | Brit Awards | Simply Red no Brasil | Paul e Michael com ingressos esgotados | Radiohead | Prêmio internacional de fotografia: Sony World Photography | Hot List | A procura de um olhar | Burt Bacharach | Shows Abril 2009 | Virada Cultural 2009 | Oasis no Brasil | Terminator Salvation | FAM 2009 | Iggy Pop lança Preliminaries | Grande Álbuns - Michael Jackson | Festival de Inverno de Campos do Jordão 2009 | Shows 2º Semestre 2009 | Grandes Álbuns II | Dinossauros da música eletrônica ressurgem em 2009 | Festival de Cinema Veneza 2009 | Álbuns Clássicos do Jazz | Flashback Mr Groove | Festival Planeta Terra | Donna Summer | Grammy 2010 | Programação Verão 2010 | Brit Awards 2010 | Oscar 2010 | Valleys of Neptune | Albuns - Lançamentos 2009 / 2010 | Nelly Furtado no Brasil | Documentário Loki | Matérias Novas

Destaques: A volta do Queen | Babyshambles | Cantoras Brasileiras | Cena Eletronica | Clocks | Corinne Bailey | Dig Out Your Soul | Escola do Pop Rock | Horace Silver | Im Takt der Zeit | Keane | Jamie Cullum | John Legend | Julliete & The Licks | Kantata Takwa | Led Zeppelin | Madeleine Peyroux | Michael Jackson - Thriller 25 | Little Boots | Miriam Makeba | Mostra de Arte / Casais | Musicians and Machines | Nara e Fernanda | Nonsense | Oscar Peterson | Paul McCartney | Piaf - Um hino ao amor | Prokofiev | Regentes | Rotciv | Stay | Studio 54 | Yo-Yo Ma | The Heist Series | The Verve - Forth | Vanessa da Mata | Demis Roussos & Aphrodite's Child | Tommy avec The Who | Villa Lobos, Brisa Vesperal

Voltar para página inicial