Dubai

Dubai é um dos sete emirados dos Emirados Árabes Unidos, uma nova cidade-estado. Sua localização entre a Ásia e o Ocidente e perspicazes homens de negócio transformaram o que era um posto no deserto em um centro de negócios.

É um paraíso para os arquitetos. Dinheiro para projetos arrojados não falta. A cidade é quase toda um imenso canteiro de obras.


Dubai in Sunset

Entrecortada por amplas avenidas, Dubai é um dos emirados árabes reunidos desde 1971, dois anos após a descoberta de petróleo na região. Um emirado é um Estado governado por um emir, título dos soberanos muçulmanos. Dubai tem cerca de 1.200.000 habitantes e recebe 6, 5 milhões de turistas por ano. Pertenceu a Abu Dhabi até 1833. Diz-se que Dubai possui 30% dos guindastes de construção do mundo. O petróleo representa apenas 7% da economia e o turismo 33% . O crescimento do PIB é em torno de 19% ao ano (mais que o dobro da China). Possui 50 shoppings centers, 9 campos de golfe e outros 10 em construção.


Downtown Dubai

Originalmente uma aldeia de pescadores e coletores de pérolas existente há séculos na baía da Dubai, a cidade moderna data da década de 1830, quando a tribo Bani Yas, da família dos Al-Maktoum ali se instalou e recusou obediência a Abu Dhabi. Os sheiks seguintes estimularam os contatos com os estrangeiros, especialmente britânicos, enquanto Dubai tornava-se um porto de escala. A atualmente o líder de Dubai é o sheik Mohammed Bin Rashid Al Maktoum.

An official portrait of H.H. Sheikh Mohammed bin Rashid Al Maktoum, UAE Vice President, Prime Minister and Ruler of Dubai.

A população nativa de Dubai é minoritária. Mais de três quartos dos habitantes da cidade são originários de outros países, em especial, do sul da Ásia e das Filipinas. O idioma oficial é o árabe. O inglês é ensinado nas escolas e amplamente utilizado.

A religião oficial é o Islamismo, havendo também templos hindus e cristãos.


Night Dubai

Ao contrário dos demais Emirados Árabes Unidos, a economia de Dubai não se baseia primordialmente na exploração do petróleo. Apenas 7% da renda do emirado é obtida dessa fonte.


Nightscape of the high-rise section of Dubai, United Arab Emirates.

A maior parte dos recursos provem da Zona Franca Jebel Ali, onde se localiza o porto de Dubai (está entre os dez mais movimentados do mundo) e empresas multinacionais que gozam de vantajosas isenções comerciais e fiscais.


Girl at Sunset - a Dubai Beach

Nas avenidas de Dubai é onipresente uma palmeira nativa, como em todas as regiões do Oriente Médio. São as tamareiras, que crescem em solo arenoso, clima quente e seco. Seus frutos, as tâmaras, são muito nutritivos e brotam de seis a dez anos após o seu plantio. A tamareira pode produzi-los por até cem anos.


Tamareiras em Dubai

Com a riqueza do petróleo (previsto para esgotar nos próximos anos), os dirigentes estão fazendo do antigo e modesto posto de mercadores um imponente centro de comércio e turismo.

Construíram e financiaram a construção de edifícios e hotéis modernos, lançaram competições esportivas internacionais e criaram áreas específicas para atração de visitantes, como o centro de comércio internacional. Para turistas à procura de novas emoções, oferecem esquiar na neve ou passear nas dunas do deserto e usufruir da hospitalidade dos beduínos.


Obras em Dubai

O boom das construções começou há sete anos, mas ainda hoje o número é tão grande que é freqüente o comentário de que ali está a maior concentração mundial de gruas.

O Mall dos Emirados, com 400 lojas e perfumarias também encontradas em Londres e Paris, tem ainda o Ski Dubai em seu interior, com pistas de esqui dentro de uma gigantesca tubulação que fabrica neve ininterruptamente.


Ski Dubai

No Ski Dubai a temperatura está em -2 ºC, mas nas ruas e avenidas é de 40 ºC de dia e 31 ºC à noite.

A Dubailândia, destinada para lazer e entretenimento, com uma área que é o dobro da Disney World, em Orlando (EUA), estará completada dentro de dez anos.


Dubailand

Tem o tamanho de 174 parques do Ibirapuera. Entre as atrações: parque aquático com 35 tobogãs e estádio de futebol para 60.000 pessoas.


Dubailand

Lá os turistas também poderão apreciar uma réplica dos Jardins Suspensos da Babilônia e uma da Torre Eiffel – 20 metros mais alta que a original de Paris.


Dubailand

Recentemente, o jornal "El País" registrou nova moda entre os multimilionários de Dubai, para quem iates e Bugattis são coisas do passado. Esses clientes especiais podem escolher, a preços de 8 milhões a 58 milhões (R$ 20 milhões a R$ 133 milhões), 14 modelos de luxo de minissubmarinos construídos nos Emirados, com um alcance de aproximadamente 5.500 km. No Departamento de Turismo e Marketing de Dubai dizem desconhecer uma fábrica desses iates submersíveis.


Dolphin voyeurs kill the mood for saucy submariners

Um braço de água (canal, rio), conhecido como Creek, com 10 quilômetros de comprimento divide a cidade em duas partes.


Map Dubai

Na parte sul, conhecida como Bur-Dubai, encontram-se os escritórios do governo, as principais companhias, bancos, alfândega, porto, estação de televisão e e a autoridade postal.

A parte norte, conhecida como Deira, é o centro comercial e turístico, com vários shoppings-center, mercados, escolas, hotéis, clubs e o Aeroporto Internacional de Dubai.

As duas partes são ligadas pelas pontes Al-Maktoum e Al-Garhoud Bridges e também pelo metrô Al-Shandagah Subway, o qual passa sob o canal.

Caminhando-se ao longo dos flancos do Creek percebe-se o comércio incessante de seu povo, que ali se estabeleceu e que até hoje mantém essa tradição de vários séculos. No entanto, a melhor maneira de se apreciar esse comércio é através de barcos pitorescos conhecidos como abrat – espécie de táxi aquático que faz o percurso ao longo do Creek até o distrito de Shindagha, onde há uma réplica de uma vila de mergulhadores de pérola, mantendo essa tradição e a cultura de seu povo.


A Dhow (Traditional Arab Boat)

Também em Shindagha, a casa do primeiro governador da região, Sheik Saeed Al Maktoum foi transformada em museu e contém fotografias e numerosos objetos que lembram sua vida em Dubai.


Sheikh Saeed Al-Maktoum House

Os prédios comerciais ficam na avenida Sheik Zayed, ao lado da rotatória número um. É uma das mais longas avenidas do emirado. Começa no centro da cidade, passa pela costa de Dubai e alcança a estrada para o emirado de Abu Dhabi, capital do país.


A view shows the high-rise buildings of Dubai’s Sheikh Zayed Avenue.

Em seu percurso, a partir de rotatória número um, estão os edifícios do Dubai World Trade Center, de 39 andares, construído em 1979; do Emirates Towers e do Centro Financeiro Internacional de Dubai.

Na rotatória número quatro após o Emirates Mall, ficam a universidade Americana e três áreas denominadas Cidade do Conhecimento, Cidade da Imprensa (onde estão TVs, jornais e rádios) e Cidade da Internet.

A moderna Dubai, a "Pérola do Golfo Arábico", tem seus principais marcos atuais, como as Emirates Towers e o magnífico Burj Al Arab, mas também tem muitas atrações encantadoras no centro antigo da cidade, desde os tradicionais souks de Deira e as casas com torres de vento de Bastakia até o belo Creek.


Map Projects Dubai

Bastakia: Bairro tradicional mais bem preservado de Dubai, tem um pequeno e fascinante labirinto de casas árabes antigas dotadas de inúmeras torres de vento.


Dubai Mosque - Image supplied by Ted Fahn

Souks de Deira: No coração da antiga Dubai, o bairro central de Deira abrange um longo emaranhado de bazares fascinantes, que vão das faiscantes lojas do souk do ouro aos perfumados corredores do souk de especiarias.


Souk

Madinat Jumeirah: Impressionante imitação de uma cidade árabe, abriga uma série de hotéis atraentes e estruturas de lazer- o exemplo mais vivo do kitsch opulento de Dubai em escala épica.


Madinat Jumeirah

Em Jumeirah está também The Palm-Jumeirah (A Palmeira Jumeirah), uma ilha artificial em forma de palmeira, com prédios de apartamento e áreas de lazer. Uma das três maiores ilhas artificiais do mundo, construídas em forma de palmeiras. Acrescenta 78 quilômetros de praia à costa de Dubai. Um apartamento de 160 m2 neste eixo custa US$ 500 mil. As oito folhas de cada lado da palmeira formam terrenos para casas com frente para o mar. Há ainda projetos para a construção de outras ilhas artificiais, como a The Palm Jebel Ali e o conjunto de ilhas The World, em que cada ilha tem a forma de um país ou continente.

Palm Jebel Ali: Com prazo de entrega para o ano que vêm, terá condomínios residenciais, seis marinas e um parque aquático.

Dubai Waterfront: O projeto de uma península artificial vai acrescentar 780 quilômetros de praia a Dubai a abrigar resorts e prédios residencias para 400 000 moradores.

Palm-Deira: Prevista para ficar pronta em 2015, a terceira e maior ilha artificial de Dubai vai avançar 14 quilômetros mar adentro e terá 8,5 quilômetros de largura. Terá 8000 casas.


The Palm Jumeirah

Emirates Towers: Este par deslumbrante de maravilhas modernistas de topo triangular se ergue acima da futurista Sheik Zayed Road.


Emirate Towers

Dubai sedia o hotel mais caro do planeta, o sete-estrelas Burj Al Arab, no qual a diária custa US$ 1,5 mil. A obra de US$ 6 bilhões tem 320 metros de altura, fica numa ilha artificial a 200 metros da praia e foi erguida sobre pilares fixos a 40 metros de profundidade.


Burj Al Arab

O edifício de fibra de vidro revestido de teflon tem formato de vela, restaurante panorâmico semi-suspenso e quadra de tênis. Ali tudo o que brilha é banhado a ouro, do elevador até as molduras dos quadros.


Burj Al Arab

O futuro prédio mais alto do mundo, o Burj Dubai, previsto para ter 807,7 metros de altura, está no 154º andar -de um total previsto de 162. O término de sua construção está previsto para 2009, e o seu custo estimado é de US$ 8 bilhões. O Burj Dubai foi desenhado por Skidmore, Owings, & Merrill, que também desenharam as Sears Tower em Chicago e a Freedom Tower em Nova Iorque, entre outros famosos edifícios. O interior será decorado por Giorgio Armani.


Vista aérea da Burj Dubai, nos Emirados Árabes. (Foto: AFP)

Um Hotel Armani (o primeiro deste tipo) vai ocupar os primeiros 37 andares. Do 45º ao 108º andar haverá cerca de 700 apartamentos privados em 64 andares (que foram vendidos em oito horas). As corporações e as suítes completarão a maior parte dos andares restantes. Também deverá ter o elevador mais rápido, a 18 m/s (65 km/h, 40 mph). Quando completa, a torre vai cobrir uma área total de dois milhões de m² de desenvolvimento.


This is a photo showing the Burj Dubai and how it fits into the Dubai, United Arab Emirates skyline. The picture was taken near the intersection of Muscat Street and Al Khail Road on 8 July 2007.

Além do Burj Dubai, há planos de construção de outros arranha-céus. O Al Burj, que ainda não saiu das pranchetas, deverá ter 1.050 metros em 200 andares. O Pentominium, residencial, deve ser erguido até 2010, com 120 andares e 516 metros.

Esses três prédios são os destinados a superar o Taipei 101 (em Taipé, capital de Taiwan), hoje o mais alto do mundo.
Mas ainda há outras construções de porte. O Burj Al Alam, com 484 metros de altura e 108 andares, está em obras e deve ficar pronto em 2011.

A Al Habtoor Tower foi proposta com cem andares e tem conclusão prevista para 2010.

A Damac Heights, estritamente residencial, deverá ter 460 metros distribuídos em 106 andares. Não há previsão de início das obras. Os trabalhadores das construções em sua maioria são paquistaneses e hindus, originários de regiões com temperatura similar à dos Emirados. Apesar disso, o problema da hipertermia atingiu a muitos operários no passado, o que motivou o serviço de saúde a regulamentar períodos para descanso.


Desert and Overnight Safaris
Dubai, United Arab Emirates

Para prevenir a exaustão e evitar a desidratação, os operários ingerem em média de 6 a 8 litros de água durante as oito horas de trabalho diário. Também tomam bebidas quentes e evitam água gelada. O número de pessoas hospitalizadas pela alta temperatura no exercício da profissão diminuiu 70% após a introdução dos períodos de descanso regulamentados pelo Ministério do Trabalho.


Dubai International airport interior

Dubai é servida pelo Aeroporto Internacional de Dubai. A cidade esta construindo um novo aeroporto, o Jebel Ali International Airport (JXB), planejado para ser o maior do mundo com capacidade para 120 milhões de passageiros por ano. Atualmente existe a disposiçao táxis de cor rosa e com motoristas mulheres para servirem somente ao transporte de mulheres e famílias.

Site oficial de Dubai

Video CBS; Dubai Inc., Part 1
Wealthy, a magnet for business and tourism and a stable island in the Middle East, Dubai is the success story of the region. Steve Kroft reports. (This story originally aired on Oct. 17, 2007.)

Fontes: Folha Online, Veja, Isto É, Sergio Sakall, Brandnews e Dubai City - Local Travel Information and City Guide

 



Amsterdam | Bahamas | Berlin | Délhi, Mumbai, Chennai and Bangalore | Destinos Românticos | Dubai | Fortaleza | Florianópolis | Jerusalem | I Ilha da Madeira | Londres | Los Angeles | Madrid | Mekong | Montreal | Moscou | Munique | New York | Nordeste | Paris | Rio de Janeiro | Salvador | São Petersburgo | Viena | Martinica