O espertíssimo empresário impõe regras aos rapazes, visando não afastar o dinheiro dos pais dos adolescentes fãs da banda. Estavam proibidos de comer no palco, tomar anfetaminas, deviam agradecer a presença do público nas apresentações, e o mais importante, se vestirem decentemente. Surge aí a imagem que temos dos Beatles com ternos impecáveis.

Brian consegue uma audição na gravadora DECCA, em 1962, mas foram recusados, pois conforme o diretor artístico da época, os grupos de guitarra estavam acabando. Na sua peregrinação de gravadora em gravadora, Brian bate na porta da Parlophone, uma subsidiária da mega potente EMI, cujo produtor era George Martin.

É claro que George Martin, com sua genial veia artística viu futuro naquele grupo. Boas músicas, bom visual, bom vocal e muita atitude. Foi nessa que Pete Best dançou, e em seu lugar entrou um velho companheiro dos garotos, Richard Starkey, mais conhecido como Ringo Starr.


George Martin, Dick James and Brian Epstein probably
discussing The Beatles future plans