" Se você não tocar essa música eu rasgo o teu fole com a peixeira, seu galego da peste! Os meninos atendiam ao cliente impaciente. A dupla agradava, mas o estranhamento vinha do menorzinho. O albino era chamado de “senhor”.

- Seu Pascoal, o seu filho, o Hermeto, o “senhor de Pascoal”, eu não sei. O “senhor” é doido. Ele faz umas coisas, ele está tocando uma música tão bonita, de repente ele faz uns negócios lá que a gente não entende, Pascoal!

- O Zé Neto toca mais simples, não entorta harmonia.

De tanto entortar harmonia, o “senhor de Pascoal”, o Hermeto, Hermeto Pascoal, ganhou fama."

Hermeto Pascoal é uma monstruosidade musical. Um dos grandes protagonistas da música brasileira da segunda metade do século passado.