Em abril de 2004, Hermeto embarca para Londres para o terceiro concerto com a Big Band local, o primeiro havia recebido a consideração de o show da década.

Em 2006 apaixonado, Hermeto enlouqueceu. Cancelou turnê de 20 dias na Europa, mudou-se do calorento bairro do Bangu, subúrbio do Rio, onde morava há décadas, para a fria Curitiba e decidiu gravar um disco todo cantado, algo inédito na carreira.

A responsável pelo rebuliço no coração do alagoano tem nome de cantora de forró de grupo cearense – Aline Morena –, mas é gaúcha de Erechim. Ela e Hermeto lançaram em 2006 o disco independente “Chimarrão com Rapadura”, gravado em Curitiba. A temporada de shows em São Paulo foi um fiasco de público e provocou protestos inflamados de antigos fãs de Hermeto que o acusavam de ter virado coadjuvante de uma jovem cantora "exibicionista"

Segundo a imprensa, Aline, enciumada, fez de tudo para o marido não dividir o palco com uma lenda do jazz americano em recente evento no Rio.


Hermeto Pascoal e Aline Morena