Em 1983 se mudou com esposa e dois filhos para Baden-Baden onde viveu alguns anos em retiro. Suas apresentações solo na Europa se resumiam à velhos sucessos. Em 1988 voltou ao Brasil e gravou o grande album "Rio das Valsas".

Em 1990 fez o show "Rio Jazz Club", que foi gravado e lançado em CD pela Caju/Kuarup. Ainda na década de 90 desenvolveu um trabalho ao lado de seus dois filhos, Philippe e Louis Marcel (ambos nascidos na França), ambos músicos (Philippe é pianista, Louis Marcel, violonista).

Seu último álbum "Lembranças", foi editado em Maio de 2000 como o derradeiro legado do grande mestre do violão brasileiro.

Baden morreu no dia 26 de setembro de 2000.