Ao terminar o filme, ele partiu em turnê com Dave Brubeck, a cantora Carmen McRae e Gerry Mulligan, que agora estava na posição humilhante de ter de atuar como atração secundária para o seu ex-contratado. Mulligan tinha sofrido uma queda brusca. Abandonara seu último quarteto sem piano (que contava com o trompetista John Eardley, um dos primeiros imitadores de Baker) para passar mais tempo compondo e arranjando, mas sofreu um bloqueio criativo paralisante. Precisando do trabalho, concordou em aparecer como convidado de Baker. "Era uma situação muito triste, triste mesmo", disse ele. "Eu não sabia o que fazer de mim mesmo. Voltar para tocar com o grupo de Chet Baker era frustração pura".


Chet Baker, 1956