Com distanciamento invariável, ele cantava sobre desejo ("I Wish i Knew", "Someone to Watch Over Me"), amor jovem e impulsivo ("Let's Get Lost"), felicidade interminável ("This Is Always") e despedida ("Just Friends"). A atmosfera ficava mais sombria em "You Don't Know What Love Is", uma advertência às pessoas de inclinações românticas, murmurada numa voz que soava morta para todo sentimento:

"You don't know how hearts burn
For love that cannot live, yet never dies
Until you're faced each dawn with sleepless eyes
You don't know what love is"