G.F. Haendel teria ouvido do seu médico que, após um derrame, jamais comporia e foi um milagre que o trouxe de volta à atividade de compositor e um segundo milagre, após a falência de seu teatro, que o trouxe o magistral "Messias".

Imagine Chet Baker ao acordar do atendimento médico, solicitando que lhe trouxessem seu trumpete, para uma digamos compensação em virtude da agressão sofrida, quando ouve do médico:
- Meu caro, lastimo informar que nunca mais tocarás trumpete!

Desolado, Baker pode ter chorado (ou lacrimejado, Chet era um though man) e, em seguida, começou logo a pensar que se houvesse uma única forma de superar isso, ele haveria de ser o primeiro músico a fazê-lo. O que ninguém havia antes superado, (tocar trumpete com dentadura), seria a fantástica solução encontrada por Chet Baker com muito esforço.