Infelizmente, Parker se viciou em heroína na adolescência. Com o tempo, este problema se agravou, resultando em um colapso nervoso em 1946 que o deixou confinado em um hospital por seis meses. De volta à ativa, se empenhou em compensar o tempo perdido montando um dos mais influentes quintetos de toda a história do jazz, com Miles Davis, Duke Jordan, Tommy Potter e Max Roach. Os cinco foram responsáveis por obras-primas como South Of The Border: The Verve Latin-Jazz Sides (1948), Jazz At The Philarmonic (1949) e Charlie Parker Quintet (1949).


Charlie and Miles