Sua parceria com Dizzy Gillespie, em 1945, tomou o mundo de assalto. Ouvintes acostumados ao som de Glenn Miler e Benny Goodman demoraram a se familiarizar com canções do tipo de "Groovin' High", "Dizzy Atmosphere", "Shaw 'Nuff", "Salt Peanuts" e "Hot House".

Parker e Gillespie levaram o be-bop a Hollywood em um longo acordo com um clube noturno local, assinado em dezembro de 1945, complicando a vida dos músicos mais antigos, mas abrindo os ouvidos das novas gerações.


Brass acts ... Charlie Parker (left) and Dizzy Gillespie in 1950. Photo: Duncan Schmidt from Dizzy (W.H. Allen)