Em 1975 o grupo gravou a trilha sonora do filme “That’s the Way of the World”. Prevendo que o filme não faria sucesso, Maurice White decidiu lançar o disco antes da estréia do filme. O filme foi um fracasso, mas o disco impulsionado pela balada “Shining Star” que foi número um nas paradas de R&B e pop, deu lhes o Grammy por melhor interpretação R&B.

O álbum atingiu também o topo das paradas e ganharam um disco de platina por ele. O dinheiro que receberam transformou-se na extravagância que dominaria todos seus espetáculos. No frenesí de suas apresentações ao vivo foi gravado o álbum duplo “Gratitude” que chegou sem inconvenientes ao número um dos discos mais vendidos.