Um elemento que servia de união a todos elementos do grupo eram as composições de Maurice White. Sólido, imprescindível com os arranjos, inteligente com os ganchos e estruturando a união dos instrumentos, fez do Earth, Wind and Fire a banda mais impecável da Disco. Eles foram os primeiros a reunirem todos os ritmos que lhes haviam precedido e os convertido em um espectáculo impressionante.

Maurice White começou como musico no início dos sessenta como baterista de sessões na Chess Records, tocando para artistas como Fontella Bass, Billy Stewart e Etta James. Mais tarde, em 1967, entrou como baterista no grupo de jazz “Ramsey Lewis Trio” onde aprendeu a tocar a kalimba, um piano africano, que depois usaria ao longo de toda sua carreira.