O Earth, Wind & Fire foi um dos grupos de maior sucesso na década de 70. O estilo deles é próprio, combinando vocais harmônicos agudos, um naipe de metais fortes, e a kalimba que é um instrumento africano. Eles influenciam até hoje jovens compositores e produtores.

Era grande a riqueza musical da banda, somada a voz de Philip Bailey, harmonizando um dos melhores grupos da Era Disco, com a intensidade de James Brown e a improvisação de uma banda de jazz fusion. Além disso, suas apresentações eram elaboradas e trepidantes. O motor da versatilidade do Earth, Wind and Fire era o mesmo eclecticismo que unia a banda. Uma diversidade impulsionada por uma ampla crença espiritual que se manifestava em um conjunto de pensamentos positivos.