Celia Cruz faleceu em sua mansão de Fort Lee, New Jersey, em 16 de julho de 2003, vítima de câncer encefálico. Seus restos mortais foram transportados a Miami onde foi velada na Torre da Liberdade. E depois transportados a New York, onde foi enterrada no dia 22 de julho, no cemitério de Woodland, no Bronx.

“Uma cubana que adorava sua ilha, mas que estava divorciada do governo; uma amiga inteligente e espiritual, gostava de descansar em "bata y pantuflas", e era uma excelente cozinheira”