Gravou varios álbuns com o maestro Tito Puente e juntos despertaram o interesse do público americano e europeu na salsa, fenômeno que era conhecido como "la Salsa de los 70's". Suas parcerias com outros maestros, como Johnny Pacheco, Willy Colón e La Fania All Stars, também são memoráveis.

Célia Cruz e Tito Puente